Rios do Recife – Entenda a Veneza Brasileira

Tempo de leitura: 7 minutos

Imagem da junção dos rios do Recife
Imagem da junção dos rios do Recife

Rios do Recife

Os rios do Recife formam o belíssimo cenário da capital pernambucana, que é uma das cidades mais antigas do Brasil. O nome da cidade originou-se dos arrecifes, formações de coral e arenito, que formam uma muralha natural em seu litoral.

A hidrografia do Recife é responsável por sua característica mais marcante, que é ser uma cidade cercada e cortada pelas águas dos rios que a margeiam por todos os lados.

Recife é repleta de rios, pontes, ilhas e mangues.

São dezenas de pontes, entre elas a ponte Mauricio de Nassau, a mais antiga do Brasil.

Várias áreas são de manguezal, sendo um dos maiores do mundo onde estão a Ilha de Deus, a Ilha de São Simão e a Ilha das Cabras.

Por esta razão, Recife é conhecida com a Cidade das Águas ou ainda a Veneza Brasileira.

A cidade do Recife conta com cenários belíssimos, repleta de áreas verdes, construções históricas e praias lindas, além da cultura bem marcante.

Imagem dos rios do Recife
Imagem dos rios do Recife

Além de encontrar-se ao lado do mar, a cidade do Recife é a foz de dois importantes rios, o Capibaribe e o Beberibe.

Além desses, segue-se o Rio Tejipió, que chega às terras centrais da cidade, no bojo do Rio Capibaribe.

Os pernambucanos e especialmente os recifenses costumam dizer, com seu costumeiro exagero, que no Recife o Rio Capibaribe se encontra com o Rio Beberibe para formar o Oceano Atlântico.

Exageros à parte, esses dois rios se encontram e desaguam suas águas no Oceano Atlântico exatamente no mesmo lugar.

 Vamos entender um pouco desses rios.

Rio Capibaribe

Rio Capibaribe, que significa rio das capivaras na língua tupi, Capibaribe, Caapiuar-y-be ou Capibara-ybe, devido a existência desses animais em abundância nadando em suas águas. Ainda hoje, mesmo com a poluição que contamina sua águas, ainda é possível encontrar capivaras nadando.

Imagem de Rio Capibaribe
Imagem de Rio Capibaribe

O Rio Capibaribe nasce nas vertentes da Serra do Jacarará, no olho dágua do gavião e lagoa do angu, município de Poção, divisa com o município de Jataúba, na comunidade do Araçá, a uma altitude de 1.100 metros. Segundo levantamento do Condepe (1980), sua bacia hidrográfica compreende uma área de 7.716 quilômetros quadrados, o que equivale a 7,85% da área de Pernambuco.

Dividido em Alto, Médio e Baixo Capibaribe, da nascente à foz, o rio corre pelo Agreste do Estado e Zona da Mata, cortando também a Região Metropolitana do Recife, em aproximadamente 240 quilômetros de percurso.

Ao chegar ao Recife, através do bairro da Várzea, o rio Capibaribe vai margeando os bairros de Caxangá, Apipucos, Monteiro, Casa Forte, Poço da Panela, Santana, Jaqueira, Torre, Graça e Madalena.

A partir daí, se divide em dois braços:

O do lado direito, que segue ao sul e à direita, outrora chamado de Rio dos Afogados, que vai juntar-se com o Rio Tejipió, lançando suas águas na Bacia do Pina.

O outro, primitivamente chamado de Rio dos Cedros, corre banhando as localidades dos Coelhos e da Boa Vista, separando-as dos bairros de Santo Antônio e São José até encontrar-se com o Rio Beberibe, na parte de trás do Palácio do Governo.

Rio Beberibe

Não há um entendimento quanto ao significado da palavra Beberibe. Há três possibilidades, enquanto alguns consideram que significa lugar onde cresce a cana, outros afirmam que o nome vem do tupi labebier-y, que significa rio das raias, dos peixes chatos e outros ressaltam que o nome vem de bebé e ribe, que significa voar em bando, referindo-se aos pássaros que se reuniam nas margens do rio.

Imagem de Rio Beberibe
Imagem de Rio Beberibe

O Rio Beberibe tem origem no município de São Lourenço da Mata, no lugar denominado “Cara de Cavalo”, pela confluência dos rios Pacas e Araçá, daí segue na direção oeste e vai até a Cova da Onça, de onde deflete para o Poço da Panela, seguindo serpenteando entre os municípios de Olinda e do Recife, passando pelos bairros de Beberibe, Porto da Madeira, Peixinhos e Salgadinho, onde converge para encontrar-se com o Rio Capibaribe.

Em todo o seu percurso, que tem uma extensão de 19 quilômetros, o Rio Beberibe recebe as águas dos afluentes: Pimenteiras, Secca, Marmajudo, Dois Unidos, Água Fria, Assador de Varas ou Chã de Piabas, Beringué ou Roncador, Quimbuca, Tapa d’Água ou Coelhas, Lava-Tripas, e o Beberibe-mirim ou Morno. Hoje, dentre seus principais afluentes, estão o Canal da Malária, o Córrego do Euclides e o Canal Vasco da Gama. A bacia hidrográfica do Beberibe tem 79 quilômetros quadrados.

Rio Tejipió

O nome Tejipió provém de uma alteração da palavra tupi tejupió, uma corruptela de teyu’piog, que significa raiz de teju, uma planta que existia em abundância naquelas terras.

Imagem de Rio Tejipió
Imagem de Rio Tejipió

O Rio Tejipió nasce no município de São Lourenço da Mata, um pouco abaixo do bairro a quem deu o nome, na antiga localidade de “Mamucaia”. Corre nas divisas do sul, nos limites entre Jaboatão e Recife, e, prosseguindo, recebe o ribeiro Pacheco. Em seguida adentra as terras dos antigos engenhos Peres, Uchoa e Ibura, onde passa a receber água do riacho Jiquiá. Prosseguindo até Afogados, acaba despejando sua águas na Bacia do Pina.

O Rio Tejipió tem apenas 20 quilômetros de extensão e passa pelos bairros de Tejipió, Totó, Barro, Areias, Caçote, Imbiribeira, e Vila do Ipsep.

A bacia do Rio Tejipió tem uma extensão de cerca de 93 km².

Explore as belezas da Veneza Brasileira em um agradável passeio de barco.

A junção dos rios Capibaribe e Beberibe desaguando no Oceano Atlântico, exatamente no centro da cidade, após margear vários bairros da cidade, oferece a seus visitantes e moradores a possibilidade de realizar passeios muito agradáveis, com paisagens belíssimas.

passeio de barcoA empresa Catamaran Tours oferece duas possibilidades de passeios de barco pelos rios que cortam a cidade, sendo os mais famosos:

Tour Recife e seus Bairros – Passeio de barco, passando pelos principais pontos turísticos e culturais do centro do Recife, navegando pelo Rio Capibaribe, cortando 14 Bairros da Cidade, seguindo até às proximidades do Shopping Plaza Casa Forte. Neste percurso você terá a oportunidade de contemplar as paisagens urbanas da cidade, onde a arquitetura antiga se mistura à moderna, passando por prédios históricos, prédios modernos, desbravando o Recife e vivenciando a Cidade por um ângulo diferente.

Tour Recife e suas Pontes – Passeio de barco inesquecível pelas águas do rio Capibaribe, percorrendo as três ilhas do Centro de Recife (Santo Antonio, Recife Antigo e Boa Vista) passando por baixo de cinco pontes (Ponte 12 de Setembro, Ponte Maurício de Nassau, Ponte Manuel Buarque de Macedo, Ponte Princesa Isabel e Ponte Duarte Coelho). Durante o passeio, os visitantes apreciam belas paisagens de vários pontos turísticos, tais como o Parque de Esculturas de Francisco Brennand, a Praça do Marco Zero, o Paço Alfândega, o Ginásio Pernambucano, a Assembleia Legislativa, o Teatro de Santa Isabel e o casario da Rua da Aurora.

Se você gostou deste artigo, compartilhe com seus amigos nas redes sociais.

Caso deseje, deixe um comentário ou pergunta abaixo que teremos o maior prazer em responder.

2 Comentários


  1. Gostaria de saber como se chamar aquele Rio que corta a praça do Rio Branco e o parque de escultura de Francisco Brennand?

    Responder

    1. Dimitrios, o rio que corta a praça Rio Branco e o Parque das Esculturas de Brennand é o Rio Capibaribe.
      Daí a afirmação dos pernambucanos e especialmente dos recifenses em dizer, com seu costumeiro exagero, que no Recife o Rio Capibaribe se encontra com o Rio Beberibe para formar o Oceano Atlântico.
      Este encontro dos dois rios se dá atrás do Palácio do Governo.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.