Museus do Recife: Passeio Cultural pelo Bairro do Recife

Tempo de leitura: 11 minutos

Museus do Recife: Passeio Cultural pelo Bairro do Recife é um artigo que nos apresenta, através dos museus existentes no Bairro do Recife, atualmente conhecido como Recife Antigo, muito da história, da arte e da cultura de nossa cidade.

Visitando os museus do Bairro do Recife você encontrará desde aspectos culturais como o frevo e as esculturas de Brennand, passando pela história militar e da importância estratégica do Forte do Brum, até o resgate da primeira sinagoga das Américas, Kahal Zur Israel.

É um passeio muito agradável, tanto para os recifenses, quanto para nossos visitantes e turistas.

Embarque nessa viagem!

Museus do Recife

MUSEU MILITAR DO FORTE DO BRUM

Praça Comunidade Luso-Brasileira, s/n, Bairro do Recife

Fone: (81) 3224-7559

Aberto de terça a sexta-feira, das 9h às 16h30 e aos sábados, domingos e feriados, das 14h às 17h.

Museus do Recife - Imagem de Museu Militar do Forte do Brum
Museus do Recife – Imagem de Museu Militar do Forte do Brum

O Museu Militar do Forte do Brum (MMFB) encontra-se instalado no Forte do Brum. Inicialmente construído pelos portugueses em 1629, por ordem do Governador Matias de Albuquerque, o Forte do Brum recebeu a denominação de Forte Diogo Paes, e tinha o objetivo de reforçar a entrada da barra do Porto do Recife contra invasões. Construído em local estratégico, onde os navios, após contornarem os arrecifes, necessariamente aproavam em direção ao forte, o que proporcionava uma fantástica condição defensiva

Os Holandeses ocuparam o forte em 28 de Fevereiro de 1630 e prosseguiram à sua construção no período de 1630 a 1631, usando como material a taipa. A partir de então o forte foi rebatizado como Forte Johan Bruyne.

Após a Insurreição Pernambucana o forte foi reconstruído e concluído em 1690.

O Forte do Brum testemunhou inúmeros acontecimentos históricos, invasões e revoluções registrados em Pernambuco. É um dos monumentos mais antigos da cidade do Recife, ultrapassando os 385 anos de existência. Por ser considerado um marco que guarda há séculos a longa história da Capitania de Pernambuco, o Forte do Brum foi tombado pela Secretaria do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Atualmente o Forte do Brum abriga o Museu Militar e exibe armas, canhões, fotos e até o esqueleto de um soldado da época da invasão holandesa.  O Museu foi inaugurado no dia 5 de janeiro de 1987, como um espaço de visitação turística e também um local para estudo.

CAIXA CULTURAL RECIFE

Avenida Alfredo Lisboa, 505, Bairro do Recife

Fone: (81) 3425-1908

Aberto de terça a sábado, de 12h às 20h e domingos e feriados, de 10h às 17h.

Museus do Recife - Imagem de Caixa Cultural do Recife
Museus do Recife – Imagem de Caixa Cultural do Recife

Caixa Cultural Recife tem sua sede em um edifício neoclássico construído em 1912 e tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional. O prédio é dividido em três pavimentos e conta com três galerias de exposições, um teatro com capacidade para 202 espectadores e salas de oficina e dança.

Está localizado em frente ao Marco Zero, no Bairro do Recife, que à época de sua construção, no início do século XX, abrigava o centro econômico e de negócios da capital pernambucana.

O prédio da Caixa Cultural foi projetado para ser sede do Bank of London & South America Limited e abrigou a instituição bancária inglesa por mais de sessenta anos. Posteriormente, foi adquirido pela Bolsa de Valores de Pernambuco e da Paraíba em 1967 e funcionou como sua sede até o ano de 2006, quando foi adquirido pela Caixa Econômica Federal para ser a sede da Caixa Cultural Recife.

A Caixa Cultural atua fomentando a diversidade e patrocinando a realização de eventos em seus espaços, como espetáculos de música, teatro, dança, exposições de artes visuais, dentre outros.

Com uma programação plural e de qualidade, a Caixa Cultural proporciona aos brasileiros o acesso a uma diversidade de manifestações da arte e da cultura nacionais, e também estimula o intercâmbio cultural e a troca de experiências, patrocinando eventos de artistas de outros países.

CENTRO CULTURAL CORREIOS

Av. Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife

Fone: (81) 3224-5739

Aberto de terça a sexta-feira, das 9h às 18h e sábados e domingos, das 12h às 18h.

Museus do Recife - Imagem de Centro Cultural dos Correios
Museus do Recife – Imagem de Centro Cultural dos Correios

O Centro Cultural Correios – Recife está localizado em área privilegiada, no Bairro do Recife, no centro antigo da cidade. A área é tombada pelo IPHAN e considerada Zona Especial de Proteção Histórica através da Lei Municipal 16.290/97.

O prédio é uma construção do início do século passado e foi adquirido pelo então Departamento de Correios e Telégrafos – DCT em 1921 para ser a sede dos Correios em Pernambuco.

O Centro Cultural Correios foi inaugurado no dia 31 de julho de 2009 e possui cinco pavimentos, com sete salas que contemplam shows, exposições e apresentações de dança. No auditório com capacidade para 100 pessoas, ocorrem lançamentos, reuniões e palestras. Integralmente restaurada, a edificação conta ainda com  restaurante, sala com peças históricas e uma agência postal.

O edifício é de composição eclética e linguagem arquitetônica influenciada pelo classicismo francês. A obra de restauro representou um investimento de mais de R$ 5 milhões e permitiu a recomposição original do projeto do prédio, com a abertura da claraboia, da escada e do elevador panorâmico.

SINAGOGA KAHAL ZUR ISRAEL

Rua do Bom Jesus, 197, Bairro do Recife

Fone: (81) 3224-8351

Aberto de terça a sexta-feira, das 9h às 16h30 e aos domingos, das 14h às 17h.

Museus do Recife - Imagem de Sinagoga Kahal Zur Israel
Museus do Recife – Imagem de Sinagoga Kahal Zur Israel

A ocupação holandesa no Recife, de 1630 a 1657, trouxe grande número de judeus, de origem portuguesa, que viviam na Holanda e vieram atraídos pela liberdade de culto religioso. Com eles, inúmeros cristãos-novos e descendentes que já viviam no Recife retornaram ao judaísmo, formando algumas congregações. Entre elas, a Kahal Zur Israel, Primeira Sinagoga das Américas.

Escavações realizadas no Bairro do Recife identificaram, embaixo de grandes casas, do número 197 ao 203, na Rua do Bom Jesus, antigamente conhecida como Rua dos Judeus, o lugar onde a primeira sinagoga das Américas estava situada.

A Sinagoga apresenta painéis com dados e imagens que cobrem de 1500 até o período holandês em Pernambuco, ressaltando a perseguição aos judeus. No primeiro andar, uma exposição sobre os judeus que fugiram da Europa no século XX e fundaram no Recife a Companhia de Teatro Idiche. Há ainda a reconstituição de como seria piso, teto e mobília de uma sinagoga na Amsterdã do século XVII.

Em dezembro de 2001, o prédio original reconstituído foi aberto ao público, sendo hoje um dos mais importantes sítios turísticos da região. A edificação é a parte visível do que foi uma comunidade que atingiu 50% do total de habitantes de origem europeia da época, deixando marcos da sua presença em muitos lugares.

OBSERVATÓRIO CULTURAL TORRE MALAKOF

Praça do Arsenal de Marinha, s/n, Bairro do Recife

Fone: (81) 3184-3185

Aberto de terça a sexta-feira, das 10h às 18h30, aos sábados, das 15h às 18h e aos domingos, das 15h às 19h.

Museus do Recife - Imagem de Torre Malakoff
Museus do Recife – Imagem de Torre Malakoff

As obras do Arsenal de Marinha foram iniciadas através de um decreto datado de 1834, porém a primeira menção encontrada sobre a edificação date de 1855. Construída a 800 metros do Porto do Recife, a torre erguida era uma espécie de portão de entrada ao Arsenal, com seu gradil de ferro e cúpula de metal.

A Torre Malakoff foi construída, com materiais provenientes da demolição do Forte do Bom Jesus, para servir como observatório astronômico e portão monumental do Arsenal da Marinha.

A Torre Malakoff foi tombada pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco, em 1992, como monumento histórico. Nessa mesma década, teve início um projeto de restauração, concluído no ano 2000, que transformou o lugar em um espaço cultural, voltado às artes visuais e à música. Abriga exposições, shows, eventos e oficinas.

São 8 (oito) salas de exposição, além de salas educativas e administrativas. Na área externa, um anfiteatro serve como espaço para diversos eventos.

A abertura do observatório é uma parceria com a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), através do programa Desvendando o Céu Austral. Quem for ao local, vai poder saber um pouco mais sobre chuva de meteoritos, cometas e asteroides. Além da paisagem do Recife, será possível observar a Lua em Quarto Crescente, o planeta Júpiter com suas luas galileanas e as belas constelações como Órion com as Três Marias, Touro com as Plêiades e as Híades, Câncer e Cruzeiro do Sul.

PARQUE DE ESCULTURAS FRANCISCO BRENNAND

Arrecifes do Porto, s/n, Bairro do Recife

A travessia do Marco Zero até o parque funciona diariamente, das 7h às 17h, por meio dos barcos dos pescadores locais.

Museus do Recife - Imagem de Parque de Esculturas Francisco Brennand
Museus do Recife – Imagem de Parque de Esculturas Francisco Brennand

O Parque de Esculturas Francisco Brennand foi inaugurado no ano 2000, para homenagear os 500 anos do descobrimento do Brasil.

O parque, que conta com a Torre de Cristal, com 32 metros de altura,  e de diversas outras esculturas da galeria a céu aberto, é mais um espaço dedicado à obra do artista plástico Francisco Brennand.

Tartarugas, pelicanos, ovos, maçarico, pássaros roca e sentinela guardam a principal obra do parque, a torre de cristal, inspirada em uma flor descoberta pelo paisagista Roberto Burle Marx. Uma serpente marinha feita de bronze, com 22 metros de comprimento e 1,4 metro de largura também projetada pelo artista plástico Francisco Brennand para o Parque de Esculturas está instalada em seu esconderijo nos arrecifes do Porto.

O Parque de Esculturas Francisco Brennand é composto de 91 peças, contando com a serpente e foi instalado sobre o molhe do porto em frente ao Marco Zero do Recife.

PAÇO DO FREVO

Praça do Arsenal da Marinha, s/n, Bairro do Recife

Fone: (81) 3355-9500

Museus do Recife - Imagem de Paço do Frevo
Museus do Recife – Imagem de Paço do Frevo

Instalado no Bairro do Recife, o Paço do Frevo é um espaço dedicado à difusão, pesquisa, lazer e formação nas áreas da dança e música do frevo, visando propagar sua prática para as futuras gerações.

O Paço do Frevo é um centro de referência de ações, projetos e atividades de documentação, transmissão, salvaguarda e valorização de uma das principais tradições culturais brasileiras, reconhecida como Patrimônio Imaterial da Humanidade pela Unesco: o frevo. Um lugar para estudar, criar, experimentar e vivenciar o rico universo de histórias, personalidades, memórias e linguagens artísticas.

 Localizado no Bairro do Recife, o Paço possui quatro pavimentos e 1.733m². O imóvel faz parte do complexo turístico das cidades de Recife e Olinda, tombado pelo IPHAN desde 1998, e abrigou até 1973 a Western Telegraph Company, empresa pioneira na implantação do telégrafo no Brasil.

Temos certeza que você ao realizar esse passeio pelos museus do Bairro do Recife, estará maravilhado com toda a história, cultura e arte dessa cidade encantadora.

Se você gostou deste artigo, compartilhe com seus amigos nas redes sociais.

Caso deseje, deixe um comentário ou pergunta abaixo que teremos o maior prazer em responder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.